agência de marketing digital o condado

Com tantas opções de plataformas sociais populares, fica difícil definir quais as redes sociais mais indicadas para a sua empresa. Embora as melhores escolhas dependam do tipo de negócio que você possua, algumas plataformas são mais otimizadas para o desenvolvimento de estratégias de marketing.

Cada rede social tem sua utilidade no mundo corporativo por motivos diferentes e pode ser usada de acordo com o tipo de empresa e setor de atuação. Confira a seguir as 6 redes sociais mais indicadas para negócios de uma forma geral e escolha as que melhor se adaptam ao seu caso.

1. Facebook

A mais famosa e utilizada rede social da atualidade, a plataforma de Mark Zuckerberg ajuda você a se conectar e manter contato com as pessoas que fazem parte da sua vida.

Para os negócios, o Facebook é uma das redes sociais mais indicadas para todo tipo de empresa. Particularmente, ele é muito útil quando se pretende alcançar o maior número de pessoas possível e estreitar relacionamentos individuais.

No Brasil, o Facebook ainda domina, com praticamente metade da população usando a plataforma mensalmente. E o que, em princípio, era parte do cotidiano de um público mais jovem, hoje a distribuição demográfica está bem heterogênea. Ou seja, não importa qual seja seu negócio, você vai encontrar seu público-alvo no Facebook.

As funções desta rede social são ideais para negócios locais, pois os clientes procurarão páginas da empresa para atualizações, horários, eventos, promoções etc. Também é útil para aqueles que precisam interagir com os clientes e oferecer assistência. É uma maneira eficaz de mostrar produtos e serviços, também com o uso de fotos, vídeos e até mensagens ao vivo (as famosas lives).

No entanto, vale uma ressalva quanto ao Facebook. Ao longo dos anos, a empresa foi reduzindo propositalmente o alcance de páginas empresariais. O objetivo é obrigar o empreendedor a investir no Facebook Ads, a ferramenta de anúncio pago da plataforma. Porém, se for feito da maneira correta, os resultados podem ser muito significativos.

2. Instagram

O Instagram está passando por um crescimento progressivo e deve ser necessariamente mencionado entre as redes sociais mais indicadas para as empresas. Certamente, os maiores motivos para seu sucesso são: a sua usabilidade por meio de aplicativo mobile e também o fato de ter sido comprado pelo Facebook, que está fazendo a rede crescer.

Basicamente, o Instagram é um aplicativo gratuito conectado a uma rede social cujo conteúdo elementar é a fotografia. Com o Instagram, é rápido e fácil tirar fotos com o seu smartphone, modificá-las como quiser com filtros simples e efetivos, adicionar hashtags e compartilhá-las novamente no próprio aplicativo e em outras redes sociais.

É particularmente útil para as empresas que lidam com moda, design ou outro campo onde a estética é importante, bem como instalações de alojamento e todo o setor de alimentos e vinhos. A maioria dos usuários é jovem, com menos de 35 anos.

3. LinkedIn

Uma das redes sociais que mais cresceram nos últimos anos, o LinkedIn surgiu como uma proposta diferenciada em relação a outras mídias: um gestor de identidade profissional, para desenvolver network e interagir nessa rede profissional. Com o LinkedIn, é possível compartilhar conhecimento, informações importantes e oportunidades de negócios.

Se sua empresa é do tipo B2B ou de uma indústria na qual precisa fazer conexões comerciais, ou ainda se você está procurando trabalho ou colaboradores, o LinkedIn é o social ideal para você.

O LinkedIn é a maior rede social para profissionais. É útil encontrar informações específicas sobre pessoas e empresas, habilidades e treinamento, redes e recursos. Com o LinkedIn, o objetivo é específico e direcionado.

Um dos recursos mais poderosos do LinkedIn são os grupos, onde os usuários podem compartilhar informações sobre seu nicho. É útil até mesmo para aqueles que querem se mostrar como especialistas em um setor e estabelecer contatos comerciais.

Particularmente, o LinkedIn é uma das redes sociais mais indicadas para empresas e profissionais de serviços. Atividades mais ligadas ao comércio, como lojas virtuais, são mais difíceis de prosperar nesta rede.

4. Twitter

A plataforma de microblog, mais popular entre o público mais jovem, sofreu grande evolução nos últimos anos.

O Twitter é adequado quando você segmenta homens e mulheres que querem manter-se informados. Então, se sua empresa se basear em fornecer informações, o Twitter é a escolha certa. Como o Facebook, o Twitter também é muito adequado para entrar em contato com os clientes.

A criação de tweets é fácil (há um limite de 140 caracteres, por isso é prático de escrever), pois é fácil para os seguidores compartilharem (re-tweet). A regra básica é seguir e dar re-tweet antes de exigir que outros sigam e compartilhem o seu conteúdo.

Como o Twitter é muito popular e dinâmico, não basta fazer um ou dois tweets por semana. Dessa forma, os tweets dos outros acabam sobrepondo-se aos seus. O ideal é manter uma frequência com diversos tweets diários.

5. Pinterest

Pinterest é uma rede social de compartilhamento de fotos baseada em descobertas e inspirações. É estruturada em quadros de avisos (pinboards) onde as fotos são organizadas, daí o nome pin (pendurado) e interest (interesses). O público dominante nesta rede é de mulheres de classes sociais mais altas e com alta escolaridade.

Embora seja bem menos frequentado que outras redes sociais, o Pinterest está crescendo e pode ser uma maneira fácil de levar os usuários a outras plataformas: muitos usuários também possuem perfis em outras redes sociais, de modo que gera muito tráfego com os compartilhamentos.

É uma das redes sociais mais indicadas para aqueles negócios focados no público feminino e na venda de produtos. Também é bom para gerar tráfego para o site em pouco tempo e os conteúdos que você publicar permanecem ativos por meses.

6. Google+

Com mais de 300 milhões de usuários ativos mensais, o Google+ é muito mais popular do que você pensa. Tem muitas funções que o tornam muito atraente, mas só tem sucesso entre estudantes do sexo masculino, programadores, desenvolvedores, blogueiros e empreendedores digitais de modo geral. Isso o torna praticamente uma rede social de nicho.

Os prós do Google+ são, claro, sua simbiose com o Google e com o Youtube, então tudo está conectado (e há rumores de que estar presente no Google+ também oferece vantagens nas posições dos motores de busca). E, se sua empresa opera no campo de TI ou tecnologia, esta é a rede social ideal para você.

Também com o Google+, você é obrigado a ser muito ativo, publicando conteúdo diferente. Ele também tem um alcance relativamente pequeno e ainda falta a popularidade do Facebook e do Twitter.

Enfim, se você perceber que há boa parcela do seu público-alvo no Google+, vale a pena investir em conteúdos nele.

Mas quais redes sociais escolher?

Empreendedores, muitas vezes, cometem o erro de escolher uma ou mais redes sociais seguindo seus instintos. Infelizmente, este não é um método aconselhável quando temos que decidir como investir tempo, dinheiro e recursos.

Um método mais científico e, portanto, menos propenso a falhas, pode ser o seguinte:

  • Defina seus objetivos: antes mesmo de pensar sobre quais as redes sociais mais indicadas para seu negócio, você precisa identificar os objetivos e as necessidades da sua empresa: aumentar o tráfego físico dentro da loja? Melhorar a comunicação com os clientes? Atrair novos usuários para o site?
  • Identifique seu target: é preciso saber quem são as pessoas que compõem o seu público mais denso. Não tente atingir todo mundo; quanto mais nichado e focado o seu negócio, mais estratégico deve ser o uso das redes sociais. Cada rede social, além de suas características particulares, também tem sua própria cultura, um tom e categorias de usuários particulares, por isso é importante ter claro sobre quem você deseja alcançar para aproveitar ao máximo os esforços sociais.
  • Identifique seus limites e suas possibilidades: algumas empresas possuem colaboradores hábeis a acompanhar a mídia social a toda velocidade. Outras não, mas podem ter muitos materiais para criar um blog rico, por exemplo. Toda empresa está mais inclinada a certos tipos de canais sociais e é necessário evitar forçar o que levaria à frustração e a resultados menores.
  • Acompanhe a concorrência: onde se promove sua concorrência em maior parte? No Facebook? No Twitter? Ela tem mais sucesso em quais canais sociais? Analisar o que a concorrência anda fazendo é sempre uma ótima maneira de obter inspiração, não repetir certos erros e identificar oportunidades e lacunas deixadas por outros.

E aí, já se inspirou para escolher as redes sociais mais indicadas para o seu negócio? Por falar nisso, acompanhe nossas postagens nas redes sociais e fique por dentro das novidades mais recentes do marketing digital.


Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário!

avatar
  Inscreva-se!  
Notificação de