agência de marketing digital o condado

É inegável que as redes sociais se tornaram uma das ferramentas mais importantes do inbound marketing. No entanto, é preciso ter ciência de que a base de uma estratégia digital não pode ser construída totalmente em cima delas. As redes sociais são terreno alugado na internet e qualquer mudança pode pegar de surpresa muita gente despreparada. Aliás, o Facebook para empresas fez isso recentemente, diminuindo o alcance orgânico de páginas corporativas.

Ainda assim, plataformas como Twitter, Instagram e Facebook para empresas se mantêm como táticas essenciais para fazer novos negócios e melhorar o relacionamento com os clientes.

Uma das maiores dúvidas que empreendedores têm, nesse sentido, é quanto à divulgação de seus negócios nas suas fanpages do Facebook. Tanto o tráfego gerado de forma orgânica quanto a publicidade paga (patrocinada) têm seus pontos positivos e negativos.

Vamos entender melhor? Confira abaixo um comparativo entre o orgânico e o patrocinado para ver qual é a estratégia mais adequada para seu negócio.

Vantagens do orgânico

Postagens do Facebook que não são pagas geram o tráfego chamado de orgânico. É basicamente o que as pessoas fazem no dia a dia de uso da rede social.

Mas quando falamos em Facebook para empresas, isso vai além de meras postagens aleatórias. É preciso desenvolver uma estratégia de engajamento e geração de tráfego.

A maior vantagem do alcance orgânico é ele ser gratuito, obviamente. Publicar em suas próprias páginas e perfil do Facebook é uma maneira barata de promover o seu produto. Não há custos. Além disso, bilhões de pessoas utilizam as redes sociais.

Cerca de 1,7 bilhão de pessoas (um quinto da população mundial) possui uma conta no Facebook. Além disso, a probabilidade de você chegar a um potencial cliente é totalmente favorável.

Mais ainda, se você possui expertise sobre SEO, seus anúncios nas mídias sociais podem ser ainda mais eficazes.

Desvantagens do orgânico

Embora o tráfego orgânico tenha a grande vantagem de ser gratuito, ele é ideal para uso no cotidiano das pessoas. Quando falamos em Facebook para empresas isso se torna limitante.

O primeiro grande problema é que as mídias sociais exigem constante monitoramento. Você precisa que seus conteúdos e anúncios sejam criativos e frequentes o suficiente para que seus clientes não percam o interesse.

É essencial que você publique, com certa frequência, para ajudar a desenvolver a sua relação de marca e base de clientes.

Outro problema é que as redes sociais são difíceis de ter resultados mensurados. É difícil determinar quais vendas foram consequência de um post no Facebook, por exemplo.

E a maior de todas as desvantagens é que, apesar de 20% da população do planeta ter um perfil no Facebook, por meio do orgânico você vai atingir muito poucas pessoas.

Entenda: o Facebook é uma empresa e visa ao lucro. É proposital que ele não permita um alcance orgânico muito grande. Particularmente, neste ano, o Facebook para empresas aprimorou seus algoritmos para diminuir ainda mais o alcance orgânico das páginas corporativas, dando prioridade para conteúdos “familiares”.

O objetivo dessa atitude de Mark Zuckerberg foi duplo:

  1. aprimorar a experiência do usuário com o verdadeiro propósito da rede social (comunicar-se com pessoas);
  2. e o menos nobre: forçar as empresas a pagar para anunciar na plataforma.

Isso nos leva ao próximo tópico, em que vamos tratar dos anúncios patrocinados.

Vantagens do patrocinado

Em adição ao método gratuito e orgânico, você tem a opção de pagar publicidade nas redes sociais. O Facebook foi a primeira plataforma a lançar um sistema Ads, e hoje todas as principais redes sociais já possuem uma forma de serviço pago para seus usuários.

As vantagens do anúncio patrocinado são basicamente aquilo que dissemos serem as desvantagens do orgânico.

Primeiro, o Facebook permite que você atinja aproximadamente 1,7 bilhão de usuários no mundo todo. Obviamente, você deve segmentar o seu público e focar nele.

Com o Facebook Ads, você pode segmentar seu público baseado na localização, em dados demográficos e comportamentais. O Facebook também permite que você segmente o público que curtiu sua página e os amigos desses indivíduos.

Com a habilidade de criar anúncios segmentados dentro de uma população tão massiva de usuários, sua publicidade vai atingir prospects mais qualificados. Além disso, os algoritmos da plataforma permitem atingir um alcance muito maior do que no orgânico.

Mas não é somente isso que o anúncio pago tem de vantagem em relação ao gratuito: você também tem ferramentas para analisar e mensurar dados e estatísticas. Algo vital para qualquer negócio.

A grande jogada, no entanto, é o fato de o Facebook para empresas ser totalmente responsivo, adaptando-se a todos os dispositivos móveis. Uma vez que a maior parte dos usuários acessam as redes sociais via mobile, isso diz muito sobre a sua estratégia de uso. Em tese, você consegue alcançar seus usuários onde quer que eles estejam. Vale ressaltar a importância de ter todas as suas páginas web, que forem direcionadas a partir de uma publicação no Facebook, também responsivas.

Por fim, embora seja pago, você tem a opção de criar suas campanhas sempre dentro do seu orçamento. Você pode até mesmo criar testes de anúncios, gastando alguns poucos reais para isso. Claro, quanto mais você pagar, maior será o alcance de usuários.

Desvantagens do patrocinado

A desvantagem óbvia é ter que sacar seu cartão de crédito e pagar para gerar alcance. Mas no mundo dos negócios, tudo deve ser encarado como investimento. Portanto, fica um alerta: não saia gastando seu dinheiro com anúncios sem antes ter uma estratégia para isso.

Outra desvantagem do Ads é que o espaço para texto é limitado. Você tem que ser capaz de criar uma headline altamente persuasiva em poucas palavras. Por isso, a chave aqui está na imagem a ser usada. Elas têm grande impacto no engajamento e na conversão e serão sempre o que chamará a atenção do prospect.

Por fim, um incômodo para quem deseja criar uma campanha de anúncios patrocinados é sua complexidade. Ao contrário de um conteúdo orgânico, que basta clicar no botão “publicar” e pronto, um anúncio pago tem ferramentas e estratégias por trás. A gestão destas não é tão simples e marinheiros de primeira viagem certamente vão ficar enjoados.

No entanto, isso não chega a ser um problema, pois hoje já se tornou comum pessoas se especializarem em gestão de mídias sociais. Boas agências de marketing e publicidade são perfeitamente capazes de gerir suas campanhas focando nos melhores resultados.

Qual estratégia escolher de Facebook para empresas?

A resposta curta é: depende dos seus objetivos. Se você está iniciando um negócio com pouco capital, vale a pena gastar um tempo realizando experimentos e gerar tráfego orgânico. É demorado, mas você vai conseguir ter uma visão geral de como seus possíveis clientes se relacionam com seu conteúdo e sua marca.

Por outro lado, é inegável que a publicidade patrocinada seja um tiro mais certeiro a curto prazo. Você segmenta seu público, atingindo somente aquelas pessoas com alta probabilidade de se tornar cliente.

De forma geral, o ideal é combinar as duas estratégias. Isto é, você usa anúncios patrocinados para crescer a fanpage da sua empresa, por exemplo, mas também fornece conteúdos úteis e interessantes para seus seguidores de forma orgânica, para mantê-los engajados.

Aproveite que chegou até aqui e deixe seu contato aí abaixo para receber nossas atualizações por e-mail. Temos conteúdos novos toda semana!


Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário!

avatar
  Inscreva-se!  
Notificação de