agência de marketing digital o condado

Dois bilhões de pessoas no mundo inteiro usam e mais de 60 milhões de páginas comerciais estão ativas. Estamos falando do Facebook, que há muito tempo deixou de ser apenas uma rede social de uma universidade norte-americana para se transformar — com o Facebook Ads — em uma poderosa plataforma de negócios.

Esses dados evidenciam: entre pessoas e empresas, (quase) todo mundo está no Facebook! Enquanto os usuários estão lá para saber sobre os amigos e se informar sobre o que acontece no mundo, as páginas querem aproveitar o potencial de alcance e engajamento da plataforma.

Porém, nem todas as empresas sabem explorar essa ferramenta de marketing digital. Hoje, mais do que publicar memes e vídeos engraçados, você precisa pensar em conteúdos estratégicos e saber quanto investir no Facebook Ads para intensificar os resultados.

E você, já sabe tudo o que a plataforma de anúncios do Facebook pode proporcionar para o seu negócio? Agora, neste artigo, você vai saber em detalhes tudo sobre o Facebook Ads: o que é, qual é a sua importância e como ter os melhores resultados. Siga por aqui:

O que é Facebook Ads

“Ads” é a abreviação de advertisements, que significa anúncios em inglês. Então, Facebook Ads são os anúncios do Facebook. Trata-se do sistema de publicidade paga na rede social.

Se você tem uma empresa, já deve saber dos benefícios de estar no Facebook. Por lá, você pode publicar conteúdos sobre a marca, divulgar novidades, interagir com os clientes e atrair interessados. E é possível fazer tudo isso organicamente, sem investir em mídia.

Porém, sabe-se que atualmente o alcance orgânico não é mais suficiente (ainda vamos falar mais sobre isso neste artigo). Então, a ferramenta que possibilita alcançar mais pessoas e aperfeiçoar os resultados da marca dentro da rede social é o Facebook Ads.

No Gerenciador de Anúncios — a plataforma de mídia paga do Facebook para empresas —, você tem diversos recursos à disposição para criar anúncios atrativos e direcioná-los para um público-alvo segmentado, tudo isso alinhado ao seu orçamento e objetivos de negócio.

Então, você paga para o Facebook entregar o seu conteúdo para as pessoas desejadas. Nesse sentido, Facebook Ads pode ser considerado a forma de fazer outbound marketing na rede social: em vez de eles virem atrás de você, como seria no inbound marketing, é a sua empresa que anuncia para impacta-los.

Por que é importante patrocinar conteúdo pelo Facebook Ads

Você investiria na produção de milhares de panfletos para entregar apenas algumas unidades para poucas pessoas? Se você pode alcançar muito mais gente, por que não investir em uma maior distribuição?

Essa é a mesma lógica do Facebook: você pode publicar uma grande quantidade de posts orgânicos e alcançar apenas algumas pessoas, mas por que não investir em um número menor de conteúdos, melhor produzidos e mais relevantes, concentrando maior parte do seu orçamento em Facebook Ads para potencializar seus resultados?

Como funciona essa lógica

Quando o Facebook criou a possibilidade de empresas e marcas terem páginas comerciais, era só publicar um conteúdo para ele ser lido por grande parte dos seguidores. E o melhor de tudo: era orgânico — você não precisava pagar um centavo para aparecer.

Porém, à medida que a rede social cresceu e a concorrência para aparecer no feed dos usuários aumentou, o Facebook passou a limitar o alcance orgânico dos posts. A intenção é melhorar a experiência do usuário ao exibir apenas conteúdos que realmente interessam a ele.

Assim, as atualizações no algoritmo se tornaram o grande algoz das marcas, que precisavam de novas armas para potencializar o alcance das suas publicações.

O Facebook, então, deu a entender: “se você quer alcançar mais pessoas, precisa pagar por isso”. Foi assim que o Facebook Ads ganhou força (mesmo que já existisse antes).

Mas não basta simplesmente pagar para a plataforma. Antes de botar a mão no bolso, você precisa pensar em conteúdos relevantes para o público, pois são esses que se destacam.

Muitas empresas desperdiçam seu tempo produzindo conteúdos apenas pela quantidade. A lógica é “quanto mais posts publicar, mais pessoas vão ver”. O problema é que, nessa lógica, você acaba criando publicações não tão relevantes, apenas para preencher a semana.

Não é melhor, então, realocar esse tempo e esforço para produzir menos conteúdos, mas que sejam realmente relevantes, e investir neles pelo Facebook Ads para gerar mais resultados?

Aí sim você terá retorno efetivo para o seu negócio, em forma de vendas, clientes e faturamento. E, se você souber fazer isso com eficiência, tenha certeza que os resultados são poderosos. É por isso, então, que o Facebook Ads merece a sua atenção.

Quais são as vantagens de criar anúncios no Facebook

Ainda não sabe se vale a pena investir na criação de anúncios pelo Facebook Ads? Acha que não tem dinheiro para isso? Então saiba agora, afinal, quais são as principais vantagens que a rede social oferece aos anunciantes:

Aumento no alcance das publicações

Como dissemos até agora, a grande vantagem do Facebook Ads é aumentar o poder de alcance das suas publicações.

Se você faz apenas posts orgânicos, está desperdiçando recursos, pois eles não conseguirão alcançar tantas pessoas. Você pode até caprichar no conteúdo e a na imagem e ter sucesso com o seu post, mas isso acontece esporadicamente. A verdade é que a maior parte dos posts sem patrocínio não vão ter um alcance satisfatório.

Então, procure focar em posts mais relevantes, mesmo que seja em menor quantidade, e investir uma verba neles para que o alcance seja potencializado. Assim, todo o seu esforço para criar um conteúdo interessante vale a pena, porque ele será consumido por um número maior de pessoas.

Precisão na segmentação do público

Em relação à publicidade tradicional e a outras mídias pagas da internet — como links patrocinados e LinkedIn Ads, por exemplo —, a grande vantagem do Facebook é o arsenal de informações que ele detém sobre os usuários.

Cada pessoa que participa do Facebook deixa um enorme rastro de dados sobre o seu perfil, interesses e comportamentos. Cada página curtida, cada like em um post, cada grupo em que entra — tudo isso é informação que o Facebook transforma em critérios de segmentação do público-alvo.

Essa precisão na segmentação é uma grande vantagem, já que os seus anúncios atingem pessoas com mais chances de gostarem do que você oferece. Isso significa que os seus investimentos serão otimizados, em vez de desperdiçados, para gerar mais conversões e vendas.

Diversidade de formatos e mídias

Links patrocinados são limitados a texto. Um anúncio de rádio é limitado à voz. Em um outdoor, a imagem é estática. No Facebook Ads, por outro lado, você tem liberdade criativa para usar e abusar dos mais diversos formatos: imagens, vídeos, carrossel, link, formulário etc.

Mas para que serve toda essa diversidade? Para cada objetivo de negócio e para cada perfil de público, existe um formato ideal.

Se você tem o objetivo de gerar leads, por exemplo, é melhor criar um anúncio de cadastro do que usar uma imagem estática. E existem pessoas, por exemplo, que preferem consumir um conteúdo em vídeo; já outras preferem texto e imagem. Portanto, você consegue criar anúncios que atendam ao perfil do público e aos seus objetivos.

Poder de mensuração dos resultados

Os relatórios de desempenho do Facebook são super completos e fáceis de entender. Com eles, você pode ter uma visão completa sobre os resultados da sua campanha e otimizá-la sempre que achar necessário.

Para ter uma visão mais completa, você pode também rastrear as conversões fora do Facebook. Para isso, é preciso instalar o pixel do Facebook no código do seu site. Ele permite, por exemplo, saber quando uma pessoa adicionou um produto no carrinho ou fez uma compra no e-commerce depois de ver um anúncio da sua empresa na rede social.

Também é possível criar relatórios personalizados na ferramenta, com as métricas mais importantes, para compartilhar com outros integrantes da equipe. Assim, todos conseguem visualizar se a estratégia está no caminho certo.

Retorno mesmo com pouca verba

Para os pequenos negócios, o Facebook Ads representa ainda mais vantagens. Se antes a publicidade era restrita às grandes empresas — já que só elas tinham verba para TV e rádio! —, agora a publicidade digital abriu as portas para qualquer negócio anunciar e alcançar o seu público.

No Facebook Ads, você pode começar a anunciar com qualquer valor. Não há um orçamento mínimo (exceto para alguns tipos de anúncios avançados), nem valores pré-definidos, nem precisa de verbas estratosféricas para ter um retorno positivo. Você tem total autonomia para decidir quanto quer investir.

Dessa forma, os pequenos negócios também podem competir pela atenção do público na rede. E, se você conhecer bem a ferramenta e souber otimizar o retorno sobre o investimento, pode ter resultados até melhores que os grandes anunciantes.

Interação com o público

Não se esqueça de que você está em uma rede social. As pessoas estão lá para interagir, seja com outros usuários, seja com marcas que admiram.

Então, essa também é uma das vantagens do Facebook Ads em relação a outras mídias. O público não só recebe a divulgação da sua marca, mas também pode curtir, comentar, marcar uma pessoa ou enviar uma mensagem.

Assim, você consegue estreitar o relacionamento com os usuários. Mesmo que eles não efetuem a conversão ao visualizar o seu anúncio, você pode nutrir a relação para fazer uma nova abordagem em outro momento.

Isso não é possível, por exemplo, na mídia display e nos links patrocinados do Google, que direcionam para a conversão no site.

Como criar uma campanha de Facebook Ads

Existe uma forma bastante simples de patrocinar um conteúdo no Facebook: o botão “Impulsionar publicação”, logo abaixo de um determinado post da sua página. Basta clicar neste botão, preencher as opções de configuração e efetuar o patrocínio do conteúdo.

Essa é uma maneira fácil e rápida de criar anúncios que o Facebook oferece para quem não entende muito da plataforma. E, por ser tão intuitiva, essa opção costuma ser bastante utilizada pelas páginas. O problema é que esse botão tem algumas limitações, que não permitem explorar todo o potencial do Facebook Ads.

Por isso, o ideal é criar as campanhas no Gerenciador de Anúncios do Facebook, que oferece todas as opções possíveis de patrocínio. É uma solução mais completa, mas não se assuste: a ferramenta também é bastante intuitiva para criar os anúncios.

Quais são os seus objetivos com a campanha

A criação de uma campanha de Facebook Ads no Gerenciador de Anúncios começa com a definição de um objetivo: por que você quer anunciar?

Essa questão deve ser definida sempre pensando nos objetivos do negócio, para não criar campanhas que não tenham impacto real na empresa. Então, diga o que você deseja:

  • Reconhecimento da marca;
  • Alcance;
  • Visualizações do vídeo;
  • Instalações do aplicativo;
  • Tráfego (no site ou aplicativo);
  • Geração de cadastros (leads);
  • Envolvimento (na página, evento ou ofertas);
  • Mensagens;
  • Conversões (no site ou aplicativo);
  • Vendas do catálogo;
  • Visitas ao estabelecimento;
  • Conversões offline.

A partir dessa definição, a plataforma filtra as opções de configuração (como posicionamentos e formatos). A intenção do Facebook é ajudar você a configurar a campanha a fim de atingir os seus objetivos.

Para quem você quer exibir os anúncios

Uma das principais definições para os seus anúncios é a segmentação do público para o qual eles serão exibidos.

Você pode criar públicos-alvo precisos com base em localização, idade, gênero, status de relacionamento, interesses, páginas curtidas, atividades (ex.: “mudou-se recentemente”), comportamentos (ex.: “vegetarianos”), entre outros aspectos.

Existem ainda outros recursos que qualificam ainda mais a segmentação do público. É o caso do remarketing, que atinge apenas aquelas pessoas que já interagiram com a sua empresa (acessaram alguma página do site, abandonaram o carrinho do e-commerce etc.).

Outra possibilidade é o recurso de Públicos Semelhantes (Lookalike). Você pode criar uma segmentação de público baseada em seus clientes atuais, visitantes do seu site ou fãs da sua página. Os anúncios do Facebook, então, serão exibidos para pessoas que tenham perfil semelhante a essas listas.

Onde os anúncios do Facebook Ads são exibidos

Engana-se quem pensa que os anúncios do Facebook Ads são exibidos apenas no Facebook.

No começo, você podia apenas escolher posicionamentos dentro da rede social, como o feed e a coluna à direita. Porém, há tempos o Facebook não é apenas uma rede social: é uma família de aplicativos e serviços.

Então, conforme as suas opções de configuração, você pode expandir suas campanhas para toda essa rede, que inclui:

  • Facebook;
  • Instagram;
  • Messenger;
  • Audience Network (rede de sites e aplicativos parceiros).

Além disso, uma importante atualização aconteceu em junho de 2018. O Facebook passou a exibir, dentro das páginas, todos os anúncios ativos em suas campanhas para qualquer usuário da rede, mesmo que ele não esteja dentro do público-alvo. Mas essa não é uma opção de posicionamento de anúncios — passou a ser uma obrigação.

Com o intuito de promover maior transparência na plataforma, a medida foi tomada depois das notícias de uso indevido dos dados de usuários do Facebook.

Quanto investir em Facebook Ads

Essa é uma dúvida comum na hora de configurar uma campanha. Tudo bem que o Facebook Ads não tem valores mínimos, e você pode investir o que quiser. Mas como saber qual valor será necessário para gerar os resultados que você deseja?

O Gerenciador de Anúncios ajuda você a estimar esse valor. Durante a configuração da campanha, a plataforma estima o número de pessoas e os resultados que você pode alcançar conforme o orçamento (total ou diário) e o direcionamento dos anúncios.

É importante que você saiba: o valor que você define no orçamento só é consumido à medida que o anúncio alcança os resultados desejados na campanha. Você pode optar pelo modelo de cobrança dos seus anúncios:

  • CPC (Custo por Clique): você é cobrado toda vez que um usuário clica no anúncio;
  • CPM (Custo por Mil): você é cobrado a cada mil impressões do anúncio;
  • CPA (Custo por Aquisição): você é cobrado toda vez que o usuário realizar uma conversão, que pode ser uma compra, um clique, uma curtida etc.;
  • CPL (Custo por Lead): você é cobrado toda vez que o usuário realizar uma conversão e se tornar um lead (contato).

Para definir o orçamento ideal, então, procure pensar quanto você está disposto a pagar por cada um desses eventos. Esse valor (que você pode definir por conta própria ou deixar a plataforma escolher automaticamente) é o que se chama de lance, que influencia na exibição dos seus anúncios.

Qual formato você deseja para os seus anúncios

Conforme o objetivo e os posicionamentos escolhidos durante a configuração da campanha, um conjunto de formatos ficará disponível para a criação dos anúncios. Os anúncios podem ser de:

  • Imagem única;
  • Vídeo;
  • Carrossel (várias imagens e/ou vídeos em um mesmo anúncio);
  • Apresentação de slides;
  • Coleção (catálogo de produtos);
  • Canvas (apresentação de tela cheia para dispositivos móveis);
  • Cadastro;
  • Link;
  • Stories do Instagram.

Independentemente da opção que você escolher para os seus anúncios, é sempre importante conhecer as políticas de publicidade do Facebook, que orientam sobre os tipos de conteúdo permitidos.

Todo anúncio passa por um processo de aprovação conforme essas políticas. Ele pode ser reprovado se houver conteúdo adulto, sensacionalista ou enganoso, por exemplo, ou ainda se a página de destino não funcionar.

Outra orientação importante é sobre a quantidade de texto dentro da imagem. Procure deixar as imagens limpas e colocar os textos apenas na descrição, pois o Facebook acredita que isso proporciona uma melhor experiência ao usuário. Isso pode gerar reprovação, além de diminuir o alcance do anúncio. Por isso que, o próprio Facebook, disponibiliza gratuitamente esta ferramenta que faz uma análise da proporção de texto em uma determinada imagem.

Quais métricas do Facebook Ads você deve olhar

Não se faz uma boa campanha no Facebook Ads sem otimização. Fique sempre de olho no que as métricas dizem sobre os seus resultados para poder otimizá-los.

No entanto, se você olhar para os relatórios das campanhas do Facebook, talvez fique perdido com tanta informação. Para quais dados, então, você deve olhar?

Muitas empresas ficam entusiasmadas com a quantidade de likes ou visualizações de um post. Embora esses números sejam ótimos para inflar os relatórios, eles não dizem muito sobre resultados efetivos para o seu negócio.

Se você tinha o objetivo de gerar tráfego no blog, por exemplo, de que adiantam apenas likes na publicação? Mais importante seria analisar o número de cliques no link.

E se você queria gerar conversões no e-commerce? Analise as vendas e o faturamento gerados pela campanha.

Portanto, você deve olhar para aquelas métricas que dizem se os seus objetivos estão sendo atingidos. E, se perceber que a campanha não está dando o retorno que você esperava, não hesite em ajustá-la.

Enfim, lembre-se de que não vale a pena dedicar seu tempo para a produção de conteúdo se ele não será consumido. E, é isso que acontece quando você depende apenas do alcance orgânico, principalmente se publicar posts irrelevantes. Sem contar que o excesso de conteúdos pode incomodar até mesmo os leais seguidores da sua marca afinal trata-se, em primeiro lugar, de uma “rede social”.

Então, aproveite o Facebook Ads para potencializar a sua gestão de mídias sociais. Os anúncios do Facebook são uma forma eficiente não só de alcançar mais pessoas para interagir com a sua marca, mas principalmente de alcançar as pessoas certas, que têm mais chances de comprarem da sua empresa.

Agora, se você precisa de uma ajuda para criar as campanhas na plataforma, saiba que pode contar conosco para isso. Entre em contato e saiba como podemos ajudar o seu negócio a ter os melhores resultados com o Facebook Ads!

3
Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário!

avatar
1 Comentar tópicos
2 Respostas do tópico
1 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais popular
2 Autores de comentários
Thiago QuinteiroFernando Ramos de Almeida Autores recentes de comentários
  Inscreva-se!  
mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Fernando Ramos de Almeida
Visitante
Fernando Ramos de Almeida

Muito bom realmente Thiago, foi super esclarecedor. Iremos em breve fazer contato com vocês, pois estamos apenas no início dos nossos negócios. Ainda não temos website.