agência de marketing digital o condado

Nos últimos anos, uma frase ficou célebre no marketing digital: “o conteúdo é rei”. Produzir conteúdos de qualidade para um blog corporativo se tornou a principal forma de conquistar a atenção de um consumidor sem tempo a perder e com muitas opções de conteúdo para consumir.

Estamos falando do cenário de grande parte das empresas do mundo, que estão produzindo conteúdos para se destacar no mercado. Então, se a sua empresa ainda não possui um blog corporativo, é hora de começar a pensar nisso!

Se você observar o desempenho do seu próprio negócio, poderá perceber alguns sinais de que precisa criar um blog empresarial o quanto antes. Mas quais são esses sinais? Listamos os principais abaixo para você observar na sua empresa. Confira abaixo:

1. Seu site não está bem posicionado no Google

Você já sabe qual é a importância do SEO marketing? Estar nas primeiras posições orgânicas do Google significa receber tráfego significativo, já que esse é o buscador mais usado do mundo.

Você será encontrado por potenciais clientes no exato momento em que eles estão buscando por uma solução que a sua empresa oferece. Mas, para isso, é preciso produzir conteúdos que resolvam as dúvidas dos usuários no momento da pesquisa. Afinal, é isso que o Google quer entregar para o usuário: o melhor resultado para a sua busca.

Como o blog corporativo ajuda a melhorar o posicionamento no Google?

O principal caminho do marketing digital para chegar ao topo do buscador é a criação de um blog de negócios. Ele funciona como uma biblioteca de conteúdos sobre temas que remetem à sua área de atuação. Dessa forma, o usuário que busca por esses temas pode clicar nas suas páginas nas primeiras posições e encontrar as respostas para o que ele pesquisou.

Portanto, se o seu site não está bem posicionado no Google, está perdendo a chance de receber tráfego orgânico, em volume e qualificado. Uma das soluções para isso, então, é criar um blog corporativo.

2. Os visitantes permanecem pouco tempo no seu site

Esse é mais um sinal que o desempenho da sua presença online está mandando a você! O tempo de permanência nas páginas ― métrica que você pode conferir no seu Google Analytics ― é um indicativo do engajamento do usuário com o seu site.

Se o visitante permanece bastante tempo, isso significa que provavelmente ele gostou do que leu, interagiu com os elementos da página e foi até o fim. Por outro lado, se o tempo de permanência é baixo, isso pode significar que ele não encontrou o que queria ou simplesmente não gostou do que leu.

Para o Google, esse é um sinal importante para o ranqueamento. O tempo de permanência revela a qualidade da experiência do usuário dentro das páginas. E, nos resultados da busca, o algoritmo prioriza os sites que proporcionam a melhor experiência.

Ok, mas o que o tempo de permanência tem a ver com o blog corporativo?

Quando você tem um blog WordPress com conteúdos relevantes, seu site tende a ter um tempo de permanência maior. O leitor se sente interessado e engajado com os textos, lê até o fim, comenta, interage. E, assim, fica mais tempo na página e mais próximo da sua marca.

Dessa forma, também, o Google entende que você está oferecendo uma boa experiência, e o seu site ganha pontos com o algoritmo do buscador.

3. Você ainda não é uma referência na sua área

Quantos links de outros sites (chamados de backlinks) você já recebeu? Esses sites são de qualidade? E menções da imprensa, você recebe? Costuma ser procurado para falar sobre temas da sua área de atuação?

Se isso ainda não acontece com a sua empresa, provavelmente você não é uma referência na área. Você até pode entender tudo sobre o seu mercado e os assuntos relacionados a ele, mas se não demonstra isso para as pessoas, ninguém vai saber!

Como o blog corporativo ajuda a empresa a se tornar uma autoridade?

Os artigos publicados em um blog corporativo são uma oportunidade de demonstrar que você domina os assuntos da sua área de atuação. Digamos, por exemplo, que você tem uma pet shop. Não seria interessante se todas as pesquisas referentes a cães e gatos caíssem nas suas páginas?

Para isso, você precisa publicar conteúdos que respondam as dúvidas que essas pesquisas trazem. Por exemplo: “cachorro pode comer banana” ou “como dar banho em gato”. Dessa forma, o público passa a confiar no que você diz ― e, consequentemente, no que você vende.

E você não conquista apenas a confiança do consumidor, mas também do mercado. Outras empresas, sites e até a imprensa passam a procurar você e criar links para os seus conteúdos.

Essa credibilidade também tem efeito no SEO: quanto mais sites de qualidade criarem links para as suas páginas, melhor será o seu posicionamento. Afinal, o Google entende que você se tornou uma autoridade no mercado e provavelmente tem as melhores respostas para os usuários.

4. Você precisa educar o seu consumidor

Na jornada de compra, o consumidor passa por diversas etapas. No início, ele sequer sabe que produto está procurando ― ele sabe apenas que tem uma necessidade para resolver.

Por isso, quando um visitante conhece sua marca ou acessa seu site pela primeira vez, ele ainda não está pronto para comprar. Uma abordagem de venda nessa hora provavelmente não terá sucesso.

Primeiramente, você precisa educar o consumidor para ele entender o que precisa para resolver sua necessidade. No blog corporativo, então, você pode explicar os principais conceitos do seu mercado, como ele funciona e como os seus produtos podem ajudá-lo.

Isso é importante em qualquer mercado, mas principalmente em vendas mais complexas. Por exemplo: empresas que fabricam produtos profissionais de limpeza, aonde os produtos exigem acompanhamento de equipe técnica, para correta aplicação nas mais variadas superfícies. Nesses casos, educar o público é ainda mais importante para que ele perceba o valor daquela aquisição.

5. O seu custo de aquisição de clientes é muito alto

Esse é um dos sinais que você vai perceber no seu bolso! O custo de aquisição de clientes, também conhecido como CAC, é o valor médio que a sua empresa gasta para conquistar cada cliente.

Em geral, o investimento em mídia aumenta muito esse valor. Quando a empresa investe em publicidade offline, como anúncios em jornal e rádio, esse custo tende a ser bastante alto. Com a publicidade online, como links patrocinados no Google Ads, LinkedIn Ads e Facebook Ads, o custo de aquisição diminui, já que a segmentação é mais precisa, mas ainda assim é relativamente alto.

Por isso, muitas empresas buscam formas de atrair clientes organicamente, ou seja, sem precisar investir em mídias pagas.

Como o blog corporativo influencia no custo de aquisição de clientes?

O blog corporativo representa uma forma de atrair potenciais clientes de maneira orgânica. Como vimos acima, com a produção de conteúdos relevantes, você conquista um bom posicionamento no Google e consegue gerar um bom tráfego orgânico.

Dessa maneira, sua empresa não precisa investir em mídia para atrair interessados. Só é necessário, depois de atrair os visitantes, saber convertê-los em oportunidades de negócio. Dessa forma, as visitas ao site se transformam em leads e, depois, em clientes ― tudo de maneira orgânica, sem investir um centavo em publicidade paga.

É assim que funciona o inbound marketing, cujos pilares são a produção de conteúdos para atrair os visitantes, convertê-los em leads, nutrir esses leads para então transformá-los em clientes.

6. O seu concorrente já tem um blog corporativo

Se nenhum dos sinais acima convenceu você de que a sua empresa precisa de um blog corporativo, esse vai convencer!

Você não gostaria de ver todos os seus potenciais clientes deixando o seu site para visitar o dos concorrentes, não é? Mas é isso que vai acontecer se ele produzir bons conteúdos para o blog corporativo, e você não fizer nada.

Imagine que, quando uma pessoa pesquisar no Google, é o site dele que vai aparecer nas primeiras posições dos resultados. Assim, é ele que vai se tornar uma referência e conquistar a atenção do público.

Não é isso que você quer, certo? Então, criar um blog corporativo é a oportunidade de também competir pela atenção do público. E, se você usar as palavras-chave certas e caprichar na produção dos conteúdos, tem grandes chances de ultrapassá-lo no ranking!

E agora, sabe dizer se a sua empresa precisa de um blog corporativo? Se você já percebeu qualquer um desses sinais, é hora de criar um espaço para as publicações no seu site! Dessa forma, você vai conseguir:

É isso que você quer? Então comece a observar a sua empresa! Deixe um comentário logo abaixo, se você já percebeu algum desses sinais e quer logo criar um blog corporativo. Podemos ajudar o seu negócio nesse desafio!

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário!

avatar
  Inscreva-se!  
Notificação de